jusbrasil.com.br
19 de Dezembro de 2018
    Adicione tópicos

    Sabesp e Diadema vão compartilhar serviços de água e esgoto

    Governo do Estado de São Paulo
    há 10 anos

    Protocolo de intenções assinado no final de dezembro do ano passado entre o governo do Estado, a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), a prefeitura de Diadema e a Companhia de Saneamento de Diadema (Saned) permitirá que as instituições estadual e municipal operem os serviços de água e esgotos da cidade da Grande São Paulo.

    Será criada uma sociedade de economia mista ou outro arranjo institucional que possibilite a gestão compartilhada dos serviços, com participação de Diadema e Sabesp. A empresa estadual passará a operar, exclusivamente, os serviços do município.

    De 1974 a 1995, a Sabesp era responsável pelo fornecimento de água, coleta e tratamento de esgotos da cidade. Em 1995, foi criada a Saned, controlada por Diadema, que começou a assumir os serviços e a comprar água no atacado da companhia do Estado.

    Será formado grupo integrado por representantes do governo estadual, Sabesp, prefeitura de Diadema e Saned para discutir a tarefa de cada instituição parceira e as alternativas mais viáveis para negociar a dívida do município com a Sabesp. As conversas também servirão para analisar os aspectos econômico-financeiros e técnicos envolvidos na formação da sociedade de economia mista, bem como os investimentos previstos para o município.

    De acordo com o protocolo, se o grupo considerar que o modelo societário "empresa de economia mista" não é o mais apropriado para a prestação dos serviços ou para as partes envolvidas, novos estudos serão feitos.

    Da Sabesp

    1 Comentário

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

    A Sabesp melhorou os serviços de água e esgoto em Diadema, simplesmente porque os serviços estavam abandonados, e não haviam investimentos, eu só lamento que quando a Sabesp assumiu, os vereadores de Diadema oPTaram por não fazer uma CPI, para investigar as pessoas que roubaram a SANED, isto é o Brasil, "onde o crime compensa". continuar lendo