Carregando...
Jusbrasil - Legislação
05 de março de 2021

Lei 17290/20 | Lei nº 17.290, de 6 de outubro de 2020 de São Paulo

Publicado por Governo do Estado de São Paulo - 5 meses atrás

LEIAM 0 NÃO LEIAM

Cria o Programa Estadual de Combate à Fome nos períodos de férias escolares de crianças, de adolescentes e de jovens matriculados nas escolas da rede pública estadual de ensino, e dá outras providências. Ver tópico (5 documentos)

O GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO:

Faço saber que a Assembleia Legislativa decreta e eu promulgo a seguinte lei:

Artigo 1º - Fica criado, no âmbito do Estado de São Paulo, o Programa Estadual de Combate à Fome nos períodos de férias escolares de crianças, de adolescentes e de jovens matriculados nas escolas da rede pública estadual de ensino. Ver tópico

Artigo 2º - Para fins do disposto nesta lei, considera-se: Ver tópico

I - família, a unidade nuclear, eventualmente ampliada por outros indivíduos que com ela possuam laços de parentesco ou de afinidade, que forme um grupo doméstico, vivendo sob o mesmo teto e que se mantém pela contribuição de seus membros; Ver tópico

II - renda familiar mensal, a soma dos rendimentos brutos auferidos mensalmente pela totalidade dos membros da família, excluindo-se os rendimentos concedidos por programas oficiais de transferência de renda; Ver tópico

III - extrema pobreza, famílias com renda familiar mensal per capita de até R$89,00 (oitenta e nove reais); Ver tópico

IV - pobreza, famílias com renda familiar mensal per capita entre R$89,01 (oitenta e nove reais e um centavo) e R$178,00 (cento e setenta e oito reais). Ver tópico

§ 1º - Caberá ao Poder Executivo atualizar anualmente, de acordo com critério a ser estabelecido em ato específico, os valores definidos nos incisos III e IV. Ver tópico

§ 2º - O benefício de que trata o parágrafo único do artigo 1º será mantido até a cessação da condição de elegibilidade de cada um dos beneficiários que lhe deram origem. Ver tópico

Artigo 3º - Para participar do programa o aluno deverá estar devidamente matriculado em uma escola da rede pública estadual de ensino, ter frequência escolar igual ou superior a 85% (oitenta e cinco por cento) e estar inscrito no Cadastro Único – CadÚnico do Governo do Estado de São Paulo, ou outro cadastro que o substitua. Ver tópico

Artigo 4º -Vetado.

§ 2º -Vetado.

Artigo 5º - As despesas decorrentes da execução desta lei serão atendidas com recursos próprios do Orçamento, suplementados se necessário. Ver tópico

Artigo 6º- Esta lei entra em vigor na data de sua publicação. Ver tópico

Palácio dos Bandeirantes, 06 de outubro de 2020.

João Doria

Rossieli Soares da Silva Secretário da Educação

Antonio Carlos Rizeque Malufe

Secretário Executivo, respondendo pelo expediente da Casa Civil Publicada na Assessoria Técnica da Casa Civil, em 06 de outubro de 2020.

Publicado em : "D. O". de 07/10/2020 - Seção I - pág. 1 Atualizado em: 07/10/2020 11:07 17290.doc

Amplie seu estudo

×

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)