Carregando...
Jusbrasil - Legislação
26 de setembro de 2017

Decreto 62699/17 | Decreto nº 62.699, de 14 de julho de 2017 de São Paulo

Publicado por Governo do Estado de São Paulo - 2 meses atrás

LEIAM 0 NÃO LEIAM

Autoriza a Fazenda do Estado a permitir o uso, a título precário, gratuito e por prazo de 5 (cinco) anos, em favor do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo - SEBRAE-SP, do imóvel que especifica, no Município de São Paulo Ver tópico

GERALDO ALCKMIN, GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO, no uso de suas atribuições legais e à vista da manifestação do Conselho do Patrimônio Imobiliário, Decreta:

Artigo 1º - Fica a Fazenda do Estado autorizada a permitir o uso, a título precário, gratuito e pelo prazo de 5 (cinco) anos, em favor do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo - SEBRAE-SP, do imóvel onde se encontra instalado o Palácio Campos Elíseos, localizado na Avenida Rio Branco, nº 1.269, Município de São Paulo, cadastrado no SGI sob nº 2.355, com 6.664,00m2 (seis mil, seiscentos e sessenta e quatro metros quadrados) de terreno e 754,90m2 (setecentos e cinquenta e quatro metros quadrados e noventa decímetros quadrados) de benfeitorias, conforme descrito e identificado nos autos do Processo nº SC-581.875/17. Ver tópico

Parágrafo único - A área de que trata o “caput” deste artigo destinar-se-á à instalação do Centro Nacional de Referência em Empreendedorismo, Tecnologia e Economia Criativa, pela Escola de Negócios do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo - SEBRAE-SP, ao qual caberá a responsabilidade pela guarda e conservação do bem, assim como garantir seu uso nos termos da respectiva outorga. Ver tópico

Artigo 2º - A permissão de uso de que trata este decreto será efetivada por meio de termo a ser lavrado pela unidade competente da Procuradoria Geral do Estado, dele devendo constar as condições impostas pela permitente, em especial, para assegurar a prestação de contrapartidas sociais, pela permissionária, as quais abrangerão, no mínimo: Ver tópico

I - gratuidade para visitação pública às exposições e mostras em temas de empreendedorismo, tecnologia e economia criativa e para visitas guiadas, realizadas por estudantes e professores do ensino público; Ver tópico

II - manutenção de cursos de formação, capacitação e aprimoramento em educação empreendedora destinados a docentes da rede pública de ensino; Ver tópico

III - oferta gratuita de espaço “coworking” e de capacitação para projetos incubados, voltados à economia criativa; Ver tópico

IV - estruturação e visitação de espaço memória do Palácio e região. Ver tópico

Artigo 3º - Este decreto entra em vigor na data de sua publicação. Ver tópico

Palácio dos Bandeirantes, 14 de julho de 2017

GERALDO ALCKMIN

Publicado em: 15/07/2017 Atualizado em: 17/07/2017 08:55 62.699.docx

Amplie seu estudo

×

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)